Sábado à noite em Braga

BRAGA – Agora estou no trem, retornando a Porto. Gosto de escrever em momentos como esse. Considero-os inspiradores. Agora são cerca 06:18 da manhã, já amanhecendo domingo, segundo o horário oficial do trem, bem em minha frente. Tenho apenas 10 minutos para iniciar e concluir o texto, antes do trem chegar em Campanhã, no Porto. Ao lado, um bêbado português nos enche o saco, resmungando a vida, sem que consigamos fugir de sua conversa.

Cidade bonita, Braga. De Porto a Braga são apenas 2,30 (dois euros e trinta centavos). Cidade bonita. Vimos apenas esta noite. Chegamos pouco antes de meia-noite e retornamos agora. Fomos prestigiar Olívia, nossa colega de quarto, no bar em que trabalha. Nos perdemos pelo centro da cidade, tentando descobrir o endereço. Sim, fomos até lá sem saber o endereço, nem sequer o nome do local. Foi divertido, pois conhecemos, ainda que de noite, o centro da cidade. Divertido, se perder.

Nos encontramos, após muito tempo e após encontrar outras pessoas, também interessantes. Encontramos Olívia e encontramos uma boa noite. Não das melhores, mas barata e divertida. Agora são 06:24, e só vou publicar esse texto amanhã. Daqui alguns minutos chegar em casa, comer (estou com muita fome), e dormir. Até mais.

Anúncios

Sobre Márcio Carlomagno

Mestrando em Ciência Política. Formado em Comunicação Social e em Gestão Pública. Um curioso e um palpiteiro sobre a sociedade, a política, as artes, e de tudo um pouco.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s